Talentos anônimos

Todo mundo conhece alguém extremamente competente que ainda não alcançou o reconhecimento merecido, não é mesmo? Em todos os setores, em todas as empresas, por todo lado, há gente realmente muito boa que permanece no anonimato.
Pode ser aquela cafeteria que tem o melhor cappuccino do mundo e ninguém nunca descobriu – só você e meia dúzia de amigos. Pode ser aquele médico culto, preciso e estudioso, que segue com poucos pacientes e nunca foi entrevistado por nenhum jornal para divulgar o tratamento exitoso que desenvolveu. Ou pode ser até aquele seu colega de trabalho que sempre executa brilhantemente seus projetos, mas é envergonhado demais para colher os louros da própria inteligência.
Ao observarmos casos como esses, sempre nos perguntamos: se eles são tão bons, por que suas qualidades continuam sendo quase um segredo?
O problema é que, muitas vezes, essas pessoas sabotam a si mesmas. Algumas fazem isso por pura timidez. Preferem passar despercebidas a terem que se expor em público para defender seus méritos.
Outras julgam que fazer marketing pessoal é algo negativo, que pode soar como exibicionismo. Por isso, preferem deixar que o trabalho fale por si.
Mas como é que os outros saberão da existência e da qualidade do seu trabalho se você nunca divulgar nada? É claro que ser indicado e recomendado por alguém é sempre a melhor propaganda possível para qualquer profissional. Mas não se pode contar apenas com isso.
Não basta ser competente: é preciso parecer competente. Ou seja, ser efetivamente reconhecido pelos outros dessa forma.
Para tanto, não é necessário se vangloriar dos seus feitos, espalhar por aí elogios sobre si mesmo. Nada disso. Mas é fundamental contar para os outros o que você está fazendo, como realiza esse trabalho e os resultados que tem atingido. É preciso que, pelo menos, as pessoas saibam da sua existência profissional. Quem não é visto, não é lembrado.
Por isso, se você é uma dessas pessoas talentosas que permanecem no anonimato, desafie-se a comentar naturalmente sobre seu trabalho com amigos, colegas e conhecidos. Pessoas competentes sempre falam com entusiasmo sobre o que fazem, por isso tenho certeza que seus amigos vão te ouvir com interesse.
E se você conhece algum profissional competentíssimo e desconhecido, faça uma boa ação: divulgue o trabalho dele, indique para alguém ou ajude-o a ser reconhecido em sua área. O mundo fica melhor quando valorizamos gente boa.

Artigo de Américo José para a Folha de S. Paulo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *